Outubro Rosa é com cosméticos livres de xenobióticos

No Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama, busque o que é mais seguro o ano todo para cuidar da beleza e da saúde: cosméticos livres de xenobióticos

0
72

No Outubro Rosa, mês de prevenção ao câncer de mama, busque o que é mais seguro o ano todo para cuidar da beleza e da saúde: cosméticos livres de xenobióticos.

No mês de outubro, o país inteiro veste o “rosa” em referência à campanha que busca enfatizar a importância da detecção precoce do Câncer de Mama, ação que ficou conhecida como Outubro Rosa. E esse assunto é tão sério que, além de reforçar a importância do autoexame para prevenir a doença, também vale o alerta sobre reduzir a exposição a fatores de risco. E aí entra a questão de fazer escolhas mais seguras e conscientes, por exemplo, quanto ao uso de cosméticos, que devem sempre ser livres de xenobióticos.

Xenobióticos são compostos estranhos ao organismo humano e que podem acarretar sérios prejuízos à saúde, pois têm ação nociva sobre as células, por isso deve-se evitar produtos que contenham essas substâncias em sua composição. Infelizmente eles podem ser encontrados em vários produtos que utilizamos no nosso dia a dia, incluindo cosméticos de tratamento, produtos de beleza e de higiene pessoal, fármacos e até em alguns alimentos. E você só vai descobrir isso se ficar de olho no rótulo, buscando sempre a lista de ingredientes. Entre os mais conhecidos que podem estar presentes em cosméticos estão os conservantes parabenos, liberadores de formol, óleo mineral, parafina e propilenoglicol.

Os conservantes liberadores de formaldeído são considerados tão sensibilizantes e causadores de irritação quanto o próprio formaldeído (formol), de uso proibido no Brasil e identificado como tendo potencial cancerígeno. No caso do propilenoglicol, a principal ocorrência é dermatite de contato. Já o uso do óleo mineral resulta em difícil absorção de nutrientes pela pele, causando tamponamento, além de ser altamente comedogênico (acneico), ocasionando obstrução dos poros e aumento da sensibilidade cutânea. No caso dos parabenos, eles apresentam características estrogênicas, ou seja, agem no organismo como se fossem o estrogênio, um hormônio feminino. Ao serem aplicados na pele, podem ser absorvidos pelo corpo, provocando desregulação endócrina. Muitos estudos mostram a ação nociva dessas substâncias, mas, na dúvida, opte pelo que é mais seguro: Bases Biocompatíveis, livres de xenobióticos.

Então, vale a pena lembrar: exames preventivos são um cuidado que vale para a vida toda. O uso de cosméticos seguros também.

#outubrorosa
#semxenobióticos
#cosmeticoslivresdexenobióticos

FONTEBlog Buona Vita
Artigo anteriorPara proteger a pele use e abuse do protetor solar
Próximo artigoIESE Cursos comemora 3 anos de sucesso
Dr.ª Ana Carolina Teixeira
(Experiência de 10 anos na área da saúde estética) Graduada em fisioterapia – UNIP – GO Pós Graduada em fisioterapia dermato funcional – CDCS – GO Pós Graduada em gestão, desenvolvimento e tecnologia de cosméticos – IPOG – GO Certificações nacionais e internacionais Diretora técnica da TUDO BELO Estética – GO Diretora técnica do IESE (Instituto de Ensino em Saúde Estética) – GO Ministra cursos de aprimoramento profissional Consultora técnica BUONA VITA – GO Palestrante da TONEDERM – Nacional Docente do módulo de Aperfeiçoamento Prático Corporal da pós graduação Instituto ELIGO em Saúde Estética – Nacional Docente do módulo de Pré e Pós Operatório em Cirurgia Plástica da pós graduação EUROAMERICA em Estética – Nacional Docente do módulo de Eletroterapia Aplicada á Estética I da pós graduação RTG em Saúde Estética – Nacional

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.