Quais são as habilidades fundamentais no momento de uma contratação? Atualmente as empresas vem priorizando as habilidades comportamentais. De acordo com o G1, Inteligência emocional tem 42% de procura entre os contratantes. E o que esse valor expressivo significa? Que além das habilidades técnicas como ter domínio de um segundo ou terceiro idioma com 38% das procuras, temos também novas demandas da realidade atual que vivenciados, desta forma, surgiram outras necessidades e importâncias, como as habilidades que no ambiente corporativo são levadas em consideração além de ser fundamental quando se trabalha em equipe ou com grupos.

De acordo com o G1 através da pesquisa feita 80% dos contratantes afirmam não analisar apenas a parte técnica, ou seja, não contratariam um profissional que não alcance e não apresente as habilidades comportamentais exigidas, onde essas habilidades impactam diretamente no momento do processo seletivo.   

Mesmo Inteligência Emocional tendo uma alta procura entre os contratantes ainda é difícil de encontrar sendo 57% dos casos analisados não possuem ainda essa competência. Portanto, buscar se especializar para se tornar um diferencial, visto que terá grande relevância não só no mercado de trabalho após a crise.

Ressaltando desta forma a importância de se especializar pensando não só no seu crescimento profissional, mas também no pessoal devido aos vários benefícios adquiridos quando conseguimos alinhar o bem estar com ganhos financeiros otimizando nossas relações pessoais e interpessoais.

Tendo como eixo de indicação da Inteligência Emocional: o Autoconhecimento, controle emocional, automotivação, empatia e relacionamento interpessoais. O mercado está cada vez mais exigente e nos desafia a nos superarmos, principalmente o público feminino que busca sempre se destacar para garantir vagas que normalmente são majoritariamente ocupadas por homens, ou ganham menos na mesma função.

De acordo com a pesquisa do IBGE, as mulheres ganham 79,5% do que corresponde ao salário de um homem mesmo ocupando a mesma função. O que deve ser levado em consideração em um processo seletivo seria as competências e uma das formas de se destacar é mostrar o seu diferencial competitivo dentro daquele cenário.

Pensando nisso o IESE Especialização iniciou o curso Inteligência Emocional Feminina Aplicada ás Relações Interpessoais, sendo um curso exclusivo a nível mundial, com mentoria, metodologia nova e específica sobre a Inteligência Emocional Feminina e com dupla certificação, tanto em Inteligência Emocional Feminina quanto em Coaching Feminino.

Conheça nossos cursos de Pós-Graduação e Curta Duração: ieseespecializacao.com.br

Fonte: https://www.sbcoaching.com.br/blog/inteligencia-emocional/

https://agenciabrasil.ebc.com.br/economia/noticia/2019-03/mulheres-brasileiras-ainda-ganham-menos-que-os-homens-diz-ibge

https://g1.globo.com/economia/concursos-e-emprego/noticia/2020/11/17/trabalho-em-equipe-e-inteligencia-emocional-sao-habilidades-mais-valorizadas-por-grandes-empresas-diz-pesquisa.ghtml

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here

Moderação de comentário está ativada. Seu comentário pode demorar algum tempo para aparecer.